1. Ménage com o casal do litoral sul paranaense… Parte II


    Encontro: 28/06/2018, Categorias: Com Fotos, Autor: Um Viajante, Fonte: ContoEroticoComBr

    Naquela noite de sexta feira, a safadeza na casa do casal Vera Lucia e Jorge, em uma pequena localidade do litoral sul paranaense, estava verdadeiramente pegando fogo, conforme pude contar a vocês no relato anterior, onde a gostosa professora Vera Lucia, de 54 anos de idade, havia gozado e mijado na minha cara e no meu peito, e a seguir, deixando que eu gozasse na sua boca, ela e o marido, acabaram limpando o meu pau com as suas deliciosas chupadas. A seguir ficamos conversando, falando sempre sobre putarias e eles, me contaram como começaram e se tornaram adeptos praticantes do ménage com homens e mulheres.
    
    Nesse tempo eu aproveitei para tomar o meu ciallis, porque sabia que a noite tinha muito que render. O marido dela ficava nos servindo cervejas e pedaços de carne até que a Vera, voltou a se sentar novamente no meu colo, e eu e ela, voltamos a nos beijar como dois namorados e fiquei novamente com o meu pau bem duro graças ao ciallis.
    
    Eu estava ali, somente com uma toalha que o marido dela tinha trazido e ela, de vestido, mas sem calcinha.
    
    Ela ergueu o seu vestido, tirou a tolha de cima da minha cintura e caiu de boca no meu pau para em seguida, sentar nele com a sua boceta e ali, me cavalgando gostoso, ela me beijava apaixonadamente a minha boca, mordendo e chupando a minha língua, e ainda, me dando o seus seios para que eu os chupasse. Com ela subindo e descendo no meu pau, o marido dela voltou a se juntar a nós e a vendo cavalgar no meu cacete, ele se  posicionou atrás dela, se agachando, e passou a beijá-la na bunda, e no rego do cuzinho da esposa.
    
    Num determinado momento, ele tirou o meu pau da boceta dela e o chupou gostoso enquanto ela parando de me beijar, falava para ele: “Aproveite corninho que o nosso amigo é bacana e deixa você chupar o pau dele na boa. Chupa corninho, chupa gostoso o pau do nosso amigo”. E ele me chupava o pau para em seguida enfiá-lo de volta na boceta da esposa e continuava ali, abocanhando as minhas bolas e acariciando o meu cu com os seus dedos, era uma putaria verdadeiramente franciscana.
    
    Foi então que sem nenhuma vergonha, ele falou pra mim e pra ela: “Se eu ganhar um presentinho bem rápido, eu deixo vocês dois curtirem sozinhos a noite inteira na nossa cama”. Eu perguntei que presentinho ele queria para a Vera, e ela me beijando a boca, falou: “Querido, o meu corninho quer sentir a cabeça do seu pau no cuzinho dele, só a cabeça meu querido, agrada ele”.
    
    Fomos pra cama deles e lá a gostosa coroa professora me fez deitar de costas na cama deles e muito louca de tesão, sentou com a boceta na minha boca enquanto o corno do Jorge deitava entre as minhas pernas e voltava a abocanhar as minhas bolas e a chupar o meu pau, ele chupava muito gostoso. Ele sabia chupar um pau e abocanhar as bolas, além de passar a língua nas minhas virilhas e ainda, enfiar um dedo no meu cu, confesso que eu adorei. Mas ele queria era poder sentir o meu pau no seu cú e parando de me chupar, se levantou e pegou uma ...
«12»