1. O Segredo de Fernanda - Parte 34 - O Segredo de Paula


    Encontro: 28/06/2018, Categorias: ação, Heterossexual Heroina, nerd, Heroi, bombeiro, uniforme, Exercito, Perigo, força, Academia, Fetiches Autor: R.R.Silva, Fonte: CasadosContos

    Depois daquela noite maravilhosa de sexo no harém eu estava estasiada, voltei para casa, cheguei umas 6 horas da manhã, claro que não fiz sexo a noite toda, conversamos, tomamos banho de piscina, rimos, assistimos coisas, foi o máximo, amo essa família.
    
    Mas havia outro problema, eu teria que decidir se iria morar com o Fernando e as meninas ou não, e mesmo ele dizendo que não isso era um ultimato pois quem não fosse ficaria cada vez mais de fora até ficar completamente deslocada.
    
    Eu amo minha vida de luxo e riqueza, meu pai é um embaixador aqui no Brasil, ele ganha muito dinheiro e muitos presentes, temos muitos privilégios.
    
    Acordei e já passava um pouco do meio dia, eu me sentia revigorada, me espreguicei e fui tomar um banho, era um dia quente. Saí para o quarto e fiquei apreciando o ar condicionado, deitei na cama e fiquei mexendo no meu celular. O Grupo do Harém fervia, as meninas falando sobre a noite anterior, e o que fariam.
    
    Coloquei um vestido soltinho de alcinha e não me preocupei com a roupa debaixo, em casa não tinha ninguém. Peguei minha bolsa e fui para meu carro, fui encontrar meu pai, já não o via a mais de semana.
    
    Cheguei no consulado e a secretária me barrou dizendo que ele estava em uma reunião importante, insisti mas ela disse que não e que eu teria que esperar. Sentei-me no sofá confortável e esperei, demorou muito e eu acabei adormecendo.
    
    Senti alguém sentar do meu lado e acordei devagar, era meu pai.
    
    Sorri deixei meu corpo cair  para o lado dele
    
    - Oi papai... - Falei dengosa
    
    Ele beijou minha cabeça e me abraçou
    
    - Oi querida, está esperando aqui a muito tempo?
    
    Olhei no meu relógio e disse
    
    - Umas três horas, nossa, tava com soninho e nem sabia - Abracei meu pai, mas ele se levantou devagar
    
    - Vem aqui, eu preciso trabalhar e aqui dentro tem um sofá, dorme aqui
    
    Me levantei e meu pai entrou na sala, entrei atrás esfregando os olhos. Meu pai pegou um travesseiro no armário o jogou no sofá
    
    - Deita aqui princesa - Meu chamava minha mãe de Rainha e minha irmã e eu de Princesa.
    
    - Não quero dormir, vim pra ficar com você, faz mais de uma semana que não falamos
    
    - Desculpe filha, com essa troca de governo estou com muito trabalho, está bem cansativo. - Ele reclamou
    
    - A Mamãe não vem faze uma visitar relaxante para o senhor de vez em quando?
    
    - De que jeito filha, sua mãe trabalha mais que eu, você sabe.
    
    Ele se sentou no sofá, me sentei no seu colo e passei a mão seu rosto, seus olhos estavam vermelhos.
    
    - Não quer deitar um pouquinho comigo papai?
    
    - Não princesa, durma, que eu vou trabalhar
    
    Fez menção á se levantar mas eu empurrei, então virei os olhos e disse
    
    - Se a mamãe não ta dando assistência, ela abre concorrência - E ri
    
    Puxei meu vestido e tirei ele pela cabeça ficando completamente nua.
    
    - Querida, não faz isso! - Ele falou levantando a voz
    
    - Por que pai - Passei a mão em seu pau, estava meia bomba e foi ficando duro
    
    - Ah Princesa! - Ele falou ...
«1234»