1. Sábado de manha no escritório


    Encontro: 17/03/2020, Categorias: Hardcore, Madura Autor: hansolo31, Fonte: xHamster

    Eram 9h30 num sábado de manha, acordei de mau humor tinha-me deitado tarde e não devia ter bebido as ultimas duas cervejas ,mas o que me estava a lixar era ter de ir trabalhar. A empresa mudou-se de instalações e era preciso encaixotar os dossieres em caixas para na segunda a empresa de mudanças as levar,e a rifa calhou-me a mim e a uma colega. Levantei-me tomei um duche comi o pequeno almoço e lá fui eu, aquela hora de sábado não havia transito nenhum e em 10 minutos estava lá, estacionei o carro e dirigi-me para a porta do escritório quando reconheci o carro da Liliana,e fui ter com ela.
    
    A Liliana, Lili para os amigos e uma mulher dos seus quarenta e poucos de formas roliças, não gorda mas com curvas que fazem os homem tomar atenção, tinha uma cara gira com cabelos negros como o breu da noite profunda,uns olhos pretos enormes e penetrantes que parecem ver-te a alma, e os lábios que parecem que foram feitos com um só objectivo para beijar, com uns seios generosos e umas pernas esculturais. Cheguei ao pé do carro e abri-lhe a porta como cavalheiro que sou, que visão dela sair do carro estava vestida de forma mais provocante que era normal. Com uma saia preta mais curta do que ela costuma usar no dia-a-dia, tão curta que deixava antever que tinha meias com ligas pretas e uma camisa vermelha aberta o suficiente para dar acesso a uma visão do paraíso dos seus seios fartos e soutien preto todo rendado. Naquele momento agradeci a Deus quem inventou os óculos escuros, que me ...
    ... estavam a dar a possibilidade de admirar aquele bocado de mau caminho e come-la com os olhos com alguma discrição, mas ela sabia perfeitamente o que estava a fazer, quando saiu do carro deu-me dois beijos na face como era normal, mas no segundo os cantos das nossas bocas se tocaram e houve como faiscas, todo eu despertei, qual sono, qual mau humor, apenas ansiedade por algo que estava para acontecer. Lá entramos no escritório comigo a segui-la ao sabor do balançar das suas ancas. Fomos até a copa para beber um café antes de começar o trabalho,como de costume aproveitei a ocasião para elogiar o modelito e como estava gira, e ela feito inocente disse que a roupa era normal que eu estava a exagerar, o flirt continuou mais uns minutos e lá fomos trabalhar.
    
    Estava a colocar os dossieres nas caixas enquanto ela fazia as etiquetas, mas a minha mente estava a mil, só pensava naquele corpo gostoso e apetecível,a minha cabeça estava em ebulição por um lado passavam me pensamentos loucos e carnais de pegar nela e possui-la em cima da secretaria, por outro lado por em causa quatro anos em que desenvolvemos uma óptima relação profissional e de amizade. Mas com o divorcio dela no ano passado a nossa relação pessoal mudou, nos primeiros meses ela foi se abaixo e eu apoiei-a, depois ela deu a volta por cima e começou a viver a vida com uma nova intensidade começou a vestir-se com roupa mais atraente e sexy, com uma atitude mais carpe diem, ela já era uma mulher bonita mas tornou-se numa ...
«123»