1. Finalmente dei o cuzinho... agora foi pra valer!


    Encontro: 14/02/2020, Categorias: incesto., Traição / Corno Oral Anal Heterossexual Autor: Loira tímida, Fonte: CasadosContos

    ...foram nove anos fazendo sexo sem dar o cuzinho... Quanto prazer perdido, mas nada que não possa ser recuperado. Depois de um plano meu e do meu tio o meu maridinho corno resolveu comer meu cuzinho virgem. Que coisa mais gostosa que foi aquilo, mesmo meu marido estando bêbado e não tendo prática no anal foi muito gostoso, talvez pelo fato de ter sido com o homem que amo minha primeira vez. (Sugiro Que leiam o conto anterior) Acordei no domingo com o cuzinho doendo, logo meu marido acordou e já me perguntou como eu estava me sentindo. Falei que estava bem, só estava doendo um pouco. Meu marido mesmo com ressaca se lembrou de tudo e me abraçou e disse que adorou e me agradeceu pelo prazer que eu lhe proporcionei. Ele ainda questionou se eu não me arrependi e eu sorri e falei que eu adorei ver ele com tanto desejo e tesão me comendo. Logo seu pau ficou duríssimo, ele dormiu pelado e já foi se ajeitando pra me penetrar, eu havia colocado a calcinha depois de ir me lavar pra limpar seu gozo que escorria do meu cuzinho. Então tirei a calcinha e ele colocou por trás na bocetinha, estávamos conversando de conchinha e nem damos ao luxo de mudar de posição, a cabeça foi escorregando pra dentro e meu marido metia com força, empinei a bunda e ele não aguentou e tirou lambuzando a rola na boceta e encaixando no cuzinho, pelo jeito ele gostou mesmo. Eu recuei e ele pediu resmungando baixinho: deixa de novo amor, eu adorei, é tão apertadinho! Mas realmente tava doendo e também eu prometi ...
    ... pro meu tio tarado que a segunda vez seria dele. Falei pro meu amor que tava doendo e era melhor ele colocar na boceta. Ele reinou então eu me virei de frente, abocanhei e fiz um delicioso oral nele. Já mais feliz e louco de tesão ele pediu pra meter em mim de novo, pois ele nunca gozou na minha boca, achei melhor não lhe mostrar de uma vez tudo que eu fazia e me fiz de vítima por já ter dado o cu pra ele. Então ele veio por cima enfiando na boceta encharcada e só deu umas estocadas e jorrou seu gozo lá dentro. Levantamos e tomamos banho e eu pedi que ele me desse uns dias de folga, pra meu cuzinho parar de doer. Na minha cabeça eu já imaginando que meu tio estava em sua casa louco esperando a sua vez. Segunda de manhã meu marido foi trabalhar e eu também fui para a casa dos donos da Fazenda cumprir com minhas obrigações, afinal a vida não é só sexo! O serviço na casa tá bem tranquilo, eu arrumei tudo e fui pro sofá mexer no celular e ler alguns contos, logo veio zap do meu tio. Ele trabalha no primeiro turno, ás 15 hrs já está em casa. Ele me apressando para marcarmos um encontro. Eu disse que seria difícil mas ele estava impaciente e também escreveu que desta vez não queria que fosse com pressa como das outras duas vezes que me comeu. Eu confesso que estou gostando da idéia e também queria fazer direito dessa vez, meu tio tá virando um parceiro, um cúmplice, um amigo colorido digamos assim. Eu já não me sentia mais obrigada a transar com ele mas já tinha vontade de vê -lo. ...
«123»