1. Mamada Grindr


    Encontro: 11/09/2019, Categorias: Gay / Homossexual Autor: curioso420, Fonte: ContoErotico

    Olá,
    
    Me chamo Pedro, tenho 24 anos, branco, pouco mais de 1,80 de altura, 80 kgs, o famoso "padrão".
    
    É meu primeiro conto então me desculpem qualquer coisa. Moro em SP Capital. Vou resumir bem porque não gosto de contos muito longos heheh. Bom, eu até meus 22 anos me considerei hétero, já que sempre senti atração física por mulheres, mas, em determinada época, comecei a ficar curioso sobre as coisas que eu sentia. Enfim, para por a prova baixei o aplicativo Grindr, famoso pela praticidade em "fast foda", o que pra mim seria perfeito, já que eu não queria assumir meus desejos e fetishes para conhecidos e/ou amigos.
    
    Criei um perfil com um nome fake, sem foto, e com poucos dados para não ser identificado por algum conhecido, mas com uma bio que chamasse a atenção de quem quisesse "meus serviços" hehehe. Comecei a conversar com um cara que me chamou, a conversa fluiu bem, ele escrevia direitinho e parecia ser um cara legal, já que eu coloquei diversas "regras" (por ser minha primeira vez) e ele aceitou numa boa, ele morava bem perto de casa, passei o endereço e ele foi. Eu achei que ele não fosse aparecer, era no meio da semana, estava bem tarde e por sorte, eu estava sozinho em casa (apenas com meu irmão de 11 anos, que estava no quarto dele jogando video game).
    
    Pelo chat, eu havia deixado claro que queria apenas mamar alguém, nada além disso, até  porque queria por a prova se eu ia curtir ou não. O rapaz dizia estar cheio de tesão pelo chat, e claro, fui provocando aos poucos falando algumas putarias hehehe. Passei meu endereço e logo ele apareceu de carro. Pedi que entrasse na garagem (já que seria ali o local da brincadeira), eu sou muito tímido então mal conversei com ele e sentei na cadeira estrategicamente colocada no meio da garagem. Ele estava com um shots de futebol, então logo pude ver seu pau duro, ele parou em pé na minha frente e eu não conseguia tirar os olhos da cintura dele, só esperando.
    
    Ele tirou e eu logo coloquei todo na boca, não era muito grande então consegui colocar com facilidade. Vendo minha facilidade, e vendo minha empolgação em mamar ele, o rapaz se sentiu a vontade e começou a colocar cada vez mais fundo, e ia aumentando a força conforme o tempo passava. Quando fui ver, 5 minutos depois, ele estava metendo com toda a força na minha boca, batendo com o pau na minha cara, esfregando nos meus lábios, e fodendo forte minha garganta. Eu estava amando tudo aquilo, eu engasgava de tão forte e fundo que ele colocava, até que ele gozou bem lá na minha garganta, gemendo e se tremendo todo. Não nos falamos depois dele gozar, sem muitas palavras, me dirigi até a porta e "dispensei" o rapaz. Traduzindo, eu praticamente pedi um boquete por aplicativo. Adorei. Quero fazer mais vezes. 
«1»